A Oliveirense sagrou-se, esta terça-feira, campeã nacional de basquetebol pela segunda vez consecutiva, vencendo o quarto jogo na final, diante do Benfica, na Luz, por 97-72.

A equipa orientada por Norberto Alves esteve sempre na frente do marcador e poucas esperanças deu ao Benfica de um possível quinto jogo.
Travante Williams, com 31 pontos, assumiu grande destaque nesta partida, marcada pela forte presença de adeptos da formação de Oliveira de Azeméis no pavilhão da Luz. James Elissor venceu o prémio de MVP da final.

Oliveirense ganha na Luz e fica perto do título
Após vitórias repartidas em Oliveira de Azeméis, Benfica teve jogo na mão no tempo regulamentar e no prolongamento mas Oliveirense ganhou na Luz (87-82) e ficou a um triunfo da revalidação do título.
Esta série de apuramento do campeão da temporada 2018/19 tem-se revelado algo oscilante, com as duas equipas a arrancarem melhor à vez, cavando vantagens consideráveis que nem sempre se materializaram na vitória final. Depois de na passada sexta-feira ter sido o Benfica a entrar melhor na partida, desta vez foi a Oliveirense a começar com tudo o jogo no Pavilhão Fidelidade, chegando ao final do segundo minuto a vencer por 0-9 graças a um inspirado Travante Williams. Carlos Lisboa pediu um desconto de tempo para corrigir os erros do Benfica e as palavras do treinador encarnado terão surtido efeito na equipa, já que a partida subiu de ritmo a partir desse momento e os da Luz encurtaram mesmo a desvantagem para quatro pontos já na reta final do primeiro período, altura em que um triplo de Miguel Maria foi crucial. No final do 1.º quarto, a Oliveirense estava a vencer por 23-28 depois de Eric Coleman ter encestado no último instante.

Facebook
Twitter
Instagram