O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, prometeu hoje que vai retirar 100 milhões de pessoas da pobreza e melhorar a segurança do país, que sofre devido ao terrorismo jihadista do Boko Haram.

Discurso de Muhammadu Buhari:

“Todo louvor é devido a DEUS Todo-Poderoso, que poupou as nossas vidas para estar presente nesta grande ocasião. Agradecemos também que o processo democrático tenha sido fortalecido e fortalecido.

2. Há vinte anos, um governo democraticamente eleito substituiu os militares numa transferência histórica de poder político para nosso país.
3. Hoje, temos o privilégio de marcar o mais longo período de liderança democrática ininterrupta e a 5ª transferência pacífica de poder de um governo democraticamente eleito para outro na Nigéria.
4. Ao longo dos últimos quatro anos, respeitei a independência do INEC. Assegurei que o INEC tivesse todos os recursos necessários para uma gestão independente e imparcial das eleições no país.
5. Todas as partes interessadas concordam que as recentes eleições, que, com exceção de bolsões de agitação, foram livres, justas e pacíficas.
6. Agradeço a todas as pessoas que trabalharam para o nosso partido, que fizeram campanha e votaram em nós. Agradeço aos meus compatriotas nigerianos que, desde 2003, votaram consistentemente em mim.
7. A vitória é sua maior recompensa; paz, unidade e maior prosperidade será o nosso legado coletivo.

Suas Excelências, Companheiras Nigerianas,

8. Eu e os nigerianos, coletivamente, devemos dar os devidos agradecimentos às nossas Forças Armadas, Polícia e outras agências de cumprimento da lei por trabalharem contra o relógio para nos proteger, colocando-se em perigo e defendendo nossos valores e protegendo nosso futuro.
9. O terrorismo e a insegurança são fenómenos mundiais e até os melhores países policiados estão experimentando cada vez mais incidentes de inquietação e estão achando as coisas difíceis de lidar.
10. O principal impulso deste novo governo é consolidar as conquistas dos últimos quatro anos, corrigir os lapsos inevitáveis ​​em todos os empreendimentos humanos e enfrentar os novos desafios que o país enfrenta e traçar um plano arrojado para transformar a Nigéria.
11. Fellow Nigerians, tive o privilégio de educação gratuita da escola primária para a faculdade de pessoal para a faculdade de guerra.
12. Recebi minha educação de formação em Katsina e Kaduna e meu ensino superior na Inglaterra, na Índia e nos Estados Unidos.
13. Trabalhei e servi em Kaduna, Lagos, Abeokuta, Makuri, Port Harcourt, Maiduguri, Ibadan, Jos e finalmente aqui em Abuja. Durante toda a minha vida adulta, eu fui um funcionário público. Não tenho outra carreira além do serviço público. Eu não conheço serviço, mas serviço público.
14. Eu estava envolvido de perto na luta para manter a Nigéria. Portanto, não posso fazer mais do que dedicar o resto da minha vida para trabalhar pela unidade da Nigéria e pela elevação dos nigerianos.
15. Em 2002-2003 campanhas e eleições, viajei por estrada para 34 dos 36 estados da Federação. Este ano viajei para todos os 36 estados da Federação.
16. Antes e durante o meu tempo nas Forças Armadas e no governo, interagi com nigerianos de todas as idades e persuasões e diferentes opiniões durante um período de mais de cinquenta anos.
17. A minha firme convicção é que nossos povos acima de tudo querem viver em paz e harmonia com seus companheiros nigerianos. Desejam oportunidade de melhorar a si mesmos num ambiente seguro.
18. A maioria dos casos de conflito e violência inter-comunal e inter-religiosa foram e ainda são resultado de patrocínio ou incitação de líderes étnicos, políticos ou religiosos que esperam se beneficiar da exploração de nossas divisões e linhas de falhas, enfraquecendo nosso país.
19. O nosso país, a Nigéria é um ótimo país. Segundo estimativas das Nações Unidas, nossa população aumentará para 411 milhões até 2050, tornando-nos a terceira nação mais populosa do planeta, atrás apenas da China e da Índia.
20. Temos água, terras aráveis, florestas, petróleo e gás e vastas quantidades de minerais sólidos. Somos abençoados com um clima equilibrado. No entanto, a maior parte da nossa riqueza real está na Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Mineração. Nós possuímos todos os ingredientes de uma grande potência económica no cenário mundial.
21. O que exigimos é a vontade de reunir nossos atos. E nossa força está em nosso povo – nossa juventude, nossa cultura, nossa resiliência, nossa capacidade de ter sucesso apesar das dificuldades.
22. Uma enorme responsabilidade, portanto, repousa sobre esta e as Administrações que se sucedem em desenvolver, aproveitar e realizar nosso enorme potencial em uma força a ser considerada globalmente.
23. Até agora, nós nigerianos podemos nos orgulhar de nossa história desde a Independência em 1960. Contribuímos para as responsabilidades de manutenção da paz das Nações Unidas em todo o mundo; estabilizámos a Libéria, a Serra Leoa, a Costa do Marfim e, há dois anos, impedimos a Gâmbia de degenerar em anarquia.
24. Sem influência e recursos nigerianos, a libertação de Angola, Moçambique, Namíbia, Zimbábue e, finalmente, a África do Sul teria um custo maior. Este fato havia sido atestado por ninguém menos que o falecido Nelson Mandela.
25. Em outros lugares, a Nigéria é o Big Brother dos nossos vizinhos. Somos o amortecedor da sub-região da África Ocidental, o baluarte da CEDEAO e da Comissão da Bacia do Lago Chade. Portanto, podemos nos orgulhar de ser nigerianos. Devemos continuar a ser bons vizinhos e bons cidadãos globais.
26. Em casa, tivemos sucesso em forjar uma nação de diferentes etnias e grupos linguísticos: nossa evolução e integração em uma nação continua em ritmo acelerado.
27. Quando, portanto, chegamos ao poder em 2015, após uma década de lutas, identificamos três desafios cardeais e existenciais que o nosso país enfrentou e fizeram deles nosso foco de campanha, a saber, segurança, economia e combate à corrupção.
28. Ninguém, a não ser o mais partidário, contesta que, nos últimos quatro anos, fizemos sólidos progressos na abordagem desses desafios.
29. Quando fiz o juramento de posse em 29 de maio de 2015, a insegurança reinou. Além de ocupar 18 governos locais no Nordeste, o Boko Haram poderia atacar qualquer cidade, incluindo a Capital Federal, poderia ameaçar qualquer instituição, inclusive bombardear o prédio das Nações Unidas e a sede da polícia em Abuja.
30. É certo que alguns dos desafios ainda permanecem em sequestros e banditismo em algumas áreas rurais. A grande diferença entre 2015 e hoje é que estamos enfrentando esses desafios com um apoio muito maior às forças de segurança em termos de dinheiro, equipamentos e inteligência local aprimorada. Estamos enfrentando esses desafios com estratégia, poder de fogo e determinação superiores.
31. Diante desses desafios, nosso governo eleito pelo povo em 2015 e reeleito em março tem mapeado políticas, medidas e leis para manter a nossa unidade e, ao mesmo tempo, tirar a maior parte do nosso povo da pobreza e da pobreza. para o caminho da prosperidade.
32. Esta tarefa não é de modo algum inatingível. A China fez isso. A Índia fez isso. A Indonésia fez isso. A Nigéria pode fazer isso. Estes são todos os países caracterizados por enormes cargas de população.
33. A China e a Indonésia tiveram sucesso sob regimes autoritários. A Índia teve sucesso em um ambiente democrático. Nós podemos fazer isso.
34. Com liderança e senso de propósito, podemos tirar 100 milhões de nigerianos da pobreza em 10 anos.
35. Após a queda de 60% nos preços do petróleo entre 2015 e 2016, por meio de medidas monetárias e fiscais, estimulamos o crescimento econômico, controlamos a inflação e fortalecemos nossas reservas externas.
36. Nós agora testemunhamos 8 trimestres de crescimento positivo na economia e nosso PIB deverá crescer 2,7% neste ano.
37. Além disso, nossas reservas externas aumentaram para US $ 45 bilhões o suficiente para financiar mais de 9 meses dos atuais compromissos de importação.
38. Este governo está lançando as bases e dando passos ousados ​​para transformar nosso país e libertar nosso povo dos grilhões da pobreza.
39. Primeiramente, tomaremos medidas para integrar as economias rurais à “grade” econômica nacional, estendendo o acesso a pequenos créditos e insumos para os agricultores rurais, crédito para microempresas rurais e abrindo muitas estradas críticas.
40. Em segundo lugar, para as empresas de pequena escala nas cidades, expandiremos as instalações atualmente disponíveis para continuarmos a incentivar e apoiar a produção interna de bens básicos e reduzir nossa dependência de bens importados, como descreverei mais adiante.
41. No meu primeiro mandato, colocamos a Nigéria de pé novamente. Estamos trabalhando novamente, apesar de um ambiente difícil no petróleo do qual dependemos demais para nossas exportações. Encontramos uma enorme resistência por parte de interesses escusos que não querem a MUDANÇA, mas a MUDANÇA chegou, agora devemos passar para o PRÓXIMO NÍVEL.
42. Pela Graça de Deus, pretendo manter o juramento que fiz hoje e servir como Presidente para todos os nigerianos.
43. Agradeço-lhe por estar presente nesta augusta ocasião, de longe e de perto, e para todos os seus melhores desejos para mim, para o nosso partido e para a Nigéria.
44. Deus abençoe a todos nós, e que Deus abençoe a República Federal da Nigéria”.

Facebook
Twitter
Instagram