O Governo britânico recebeu 52.400 candidaturas de nacionais portugueses ao estatuto de residentes no Reino Unido obrigatório para depois do ‘Brexit’, divulgou hoje o Ministério do Interior.

De acordo com um relatório estatístico, este valor especifica que 65%, cerca de 34.300 candidaturas portuguesas, foram feitas num mês, desde a abertura do esquema de regularização do estatuto migratório, em 30 de março, e até 30 de abril.
O Ministério do Interior já tinha informado anteriormente que 18.020 portugueses já se tinham submetido ao processo durante os três períodos de testes, entre 28 de agosto de 2018 e 29 de março.
As autoridades portuguesas estimam que residam no Reino Unido cerca de 400 mil nacionais.
Ao todo, o Governo britânico contabilizou 621.400 candidaturas, cujo maior número foi de nacionais polacos (103.200), seguidos por romenos (89.800), italianos (70.800) e portugueses.
O documento adiantou ainda que 22.800 das candidaturas foram feitas por cidadãos extra-comunitários na qualidade de familiares próximos de cidadãos europeus, que inclui cônjuges ou companheiros, filhos, netos, bisnetos menores de 21 anos, pais, avós ou bisavós dependentes.

Continuar a ler

Facebook
Twitter
Instagram