O programa televisivo mais antigo sobre a diáspora nos Estados Unidos, “Os Portugueses no Vale”, irá para o ar pela última vez a 30 de junho, 29 anos depois da primeira emissão no canal 49 de Fresno, Califórnia.

É «uma perda» importante para a comunidade luso-americana do vale central, disse o criador e produtor do programa, Diniz Borges, já que uma parte desta comunidade ainda fala maioritariamente português.
O fim da emissão foi provocado pela venda do canal 49 – KNXT, que pertencia à diocese católica do vale de São Joaquim, a uma entidade privada que utilizará a frequência em formato retransmissor e sem programação própria.
«É mais uma voz portuguesa local que se perde», afirmou o responsável, professor na Universidade Estadual da Califórnia, Fresno, e presidente do Instituto Português Além-Fronteiras.
«Apesar de a comunidade estar diferente do que era há trinta anos, ainda era essencial porque era uma voz da comunidade local», disse.
O primeiro programa “Os Portugueses no Vale” foi para o ar em fevereiro de 1990, abordando temáticas e personalidades locais ligadas à diáspora, sendo feito em inglês apenas quando os entrevistados luso-americanos não falavam português.
Diniz Borges sublinha que o canal 49, em emissão aberta, «tinha uma potência extraordinária», alcançando residentes desde o norte do vale, em Merced, até Bakersfield, uma distância geográfica de quase 300 quilómetros.
«O programa vai cessar a não ser que encontremos alguma alternativa. Existem algumas, mas nenhuma em antena livre como esta», explicou o produtor.
As alternativas estão a ser estudadas com algumas associações portuguesas e com o recém-criado Instituto Português Além-Fronteiras, mas tal não passará pelas ondas televisivas em antena aberta, o que era precisamente a vantagem para a população local, uma vez que «o canal 49 não exigia cabo, apanhava-se com uma antena normal».

Facebook
Twitter
Instagram