Durante três dias, a marca Porto. é a estrela do design no Médio Oriente, graças a uma conferência promovida por uma universidade de Omã, que levou o presidente da Câmara do Porto à capital, Mascate. Hoje encontrou-se com um membro da família real do Sultanato, amanhã terá encontros bilaterais com grandes investidores.

O evento, chamado Design Muscat, conta com a participação de oradores de várias partes do Mundo, e teve já esta manhã a intervenção de vários portugueses, como Eduardo Aires, designer autor da marca Porto.; Inês Pires, que trabalha na área económica e que actualmente reside em Omã, e Francisco Laranjo, Professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, artista e director na Associação Comercial do Porto – Câmara de Comércio da cidade, para além do próprio Rui Moreira.
À conferência de Rui Moreira assistiram personalidades como um príncipe do Sultanato de Omã, também professor na Universidade do Sultão Qaboos; um governante responsável pelo Ministério do Ensino Superior de Omã; e as Professoras Mona Ismail e Bashayer Al Zidjali, ambas do Scientific College of Design de Mascate, onde também lecciona o português Rui Weiner, grande impulsionador do evento.
Rui Moreira ainda participará num debate final, dia 17, onde os temas da cultura e do design, relacionados com a marca Porto. e com a promoção das cidades vão ser abordados.
A presença do Presidente da Câmara do Porto em Omã não está a passar despercebida à imprensa e aos investidores locais. O Times of Oman, que já na semana passada tinha publicado uma extensa reportagem sobre a cidade, entrevistou hoje Rui Moreira sobre o sucesso da marca Porto e do bem sucedido processo de atracção de investimento em curso. Também a OmanTV pediu ao presidente da Câmara do Porto que lhe falasse sobre o que tinha vindo fazer ao Médio Oriente.
A visita de Rui Moreira será amanhã aproveitada para encontros com alguns dos maiores investidores da Região a quem a cidade será apresentada, colocando-se em destaque a aposta que está a ser feita na zona de Campanhã e o crescente interesse de empresas tecnológicas pelo Porto.

Facebook
Twitter
Instagram