O evento de moda nacional, que decorreu na Alfândega do Porto entre quinta-feira e domingo, recebeu 37 mil visitantes, mais dois mil que na edição anterior.

“Estamos com 37 mil visitantes nesta edição”, afirmou Mónica Neto, responsável pelo projeto Portugal Fashion. Este aumento de visitantes em relação à última edição nacional – ocorrida em outubro do ano passado e que juntou quase 35 mil durante os três dias do evento – é explicado pelo reforço do brand up, bem como com os desfiles de crianças, uma novidade deste certame, e também um aumento da imprensa internacional, com uma comitiva de entre 50 a 60 pessoas.

Mónica Neto considerou que esta 44.ª edição nacional do Portugal Fashion correu bem. “É um balanço positivo, tivemos quatro dias do melhor da moda portuguesa, um “showroom com 70 marcas, com os principais players do setor [têxtil, calçado, joalharia], o que para nós, Portugal Fashion, é muito importante e simbólico daquilo que se pode construir a partir deste momento. Uma nova era da moda portuguesa alinhada”, disse a responsável.

David Catalán encerrou o certame, com a apresentação da coleção “Still alive”, marcada pela conjugação de peças clássicas com vestuário mais desportivo e onde os tons mais marcantes foram o bege, cor tijolo, preto e castanho

O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, sendo financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 – Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização, com fundos provenientes da União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Facebook
Twitter
Instagram