Depois de ter sido muito bem recebido na sua estreia em 2018 no Teatro São Luiz, Banda Sonora chega também ao grande auditório do Rivoli.

Neste teatro, a composição musical é o ponto de partida, criada pelo pianista, compositor e orquestrador Filipe Raposo, que despertará uma ideia de encenação/ambiente e, por conseguinte, um texto. Interpretada ao vivo pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do maestro Cesário Costa, o trabalho resulta das experiências com os 33 músicos e com as vozes das seis atrizes em palco, criando uma atmosfera de floresta onírica inspirada no teatro do absurdo e nos filmes de terror. Três mulheres jovens, que representam ambições muito vincadas na sociedade desmembram-se em outras três figuras através de texto falado e cantado, carregado de metáforas e contos mais ou menos tradicionais.

PORTO, Teatro Municipal do Porto, Rivoli | 5 e 6 de Abril 2019

FICHA ARTÍSTICA

Texto e encenação: Ricardo Neves-Neves
Composição e Orquestração: Filipe Raposo
Elenco: Ana Valentim, Joana Campelo, Márcia Cardoso, Rita Cruz, Sílvia Figueiredo e Tânia Alves
Com: Orquestra Metropolitana de Lisboa
Maestro: Cesário Costa
Direcção vocal: João Henriques
Sonoplastia: Sérgio Delgado
Desenho de Luz: Pedro Domingos
Cenografia: Henrique Ralheta
Assistente de Cenografia: Sebastião Soares
Figurinos: Rafaela Mapril
Assistente de Figurinos: Madalena Sabino
Confecção de Guarda-Roupa: Ana Sabino Atelier e Mónica Félix
Caracterização: Cidália Espadinha
Assistentes de Caracterização: Beatriz Pessoa, Bruno Saavedra, Dennis Correia, Máricia Filipe e Mariana Capinha
Coreografia e Movimento: Sónia Baptista
Fotografias: Alípio Padilha
Assistência de encenação: Rafael Gomes

Facebook
Twitter
Instagram