A fábrica começou por ser algo muito simples, com pouco equipamento. Contudo, a marca foi crescendo e foi necessário fazer alguns ajustes. Com o espaço pronto, João decidiu abrir a parte da frente da fábrica e fazer dela uma tap room. Fez questão de não tapar o acesso que dá para a fábrica – os clientes estão convidados a espreitar e a ver como se fazem as cervejas que estão a beber. A banda sonora do espaço é à base de música rock e estão a ser planeadas noites de karaoke, de quiz e de cinema.

Aqui vai poder provar três cervejas em garrafa da Colossus, que vão estar permanentemente na carta. São elas a Wonderlust, a Adamanteia, a Vasco e, em breve, João quer adicionar uma quarta. Quanto às cervejas de pressão, para já vai poder encontrar algumas que nasceram durante uma viagem que o cervejeiro fez por várias fábricas de cerveja artesanal em Portugal, mas o objectivo é que estejam sempre a mudar. Também vai ter sempre uma torneira para cervejas experimentais e outra para marcas convidadas.
A Colossus quer apostar na oferta formativa e, por isso, vai acolher regularmente workshops e tertúlias. “Acho muito importante, não só para impulsionar o consumo mas também a produção caseira.” Além disso, diz João, é importante que as pessoas percebam o que estão a beber – e nisso a Colossus está cá para ajudar.

Endereço: R. Gen. Norton de Matos 382, 4050-300 Porto

Facebook
Twitter
Instagram