Mais de 30 peças da artista portuguesa vão estar em exposição, de 19 de fevereiro a 24 de junho, no Museu e Parque de Serralves. No total, a exposição “Joana Vasconcelos: I’m Your Mirror” reúne mais de 30 peças, datadas de 1997 até à atualidade, abarcando duas décadas do trabalho da artista.

Assim, poderão ser apreciadas muitas das obras mais conhecidas de Joana Vasconcelos, como a Cama Valium (1998), A noiva (2001–05), Burka (2002), Coração independente vermelho (2005), Marilyn (2011) e Lilicoptère (2012), assim como novos trabalhos criados para esta exposição, como Finisterra, I’ll Be Your Mirror ou Solitário (todos de 2018).
Nos jardins do Parque de Serralves foram também instalados vários dos grandes trabalhos de exterior.
Para a elaboração das suas peças, Joana Vasconcelos usa diversos materiais da vida quotidiana como eletrodomésticos, azulejos, materiais têxteis, cerâmicas populares, mobiliário, garrafas, medicamentos ou talheres de plástico. “Partindo destes materiais constrói obras surpreendentes, carregadas de significado, que exploram temas que vão de questões de identidade (indivíduo, mulher, nacional ou europeu) a temas políticos que se centram nas sociedades globalizadas pós-coloniais”, assinala a instituição portuense. “A obra de Vasconcelos mistura ideias da cultura popular e erudita, clichés nacionais, técnicas de manipulação que incentivam o consumismo e um entendimento muito eficaz do espaço arquitetónico para nos convidar a repensar muito do que tomamos por certo no nosso dia a dia. A artista tanto recorre a técnicas artesanais tradicionais como a tecnologia de ponta para elaborar trabalhos que constituem situações sincréticas de densidade histórica e cultural – como uma visualização tridimensional de uma epopeia multicultural”, lê-se ainda na página de Serralves.
A mostra é organizada pelo Museo Guggenheim Bilbao, em parceria com o Museu de Arte Contemporânea de Serralves e a Kunsthall Rotterdam, Roterdão, e é comissariada por Enrique Juncosa.
De referir que no dia 19 de fevereiro, pelas 18h30, o Auditório de Serralves acolhe uma conversa no âmbito desta exposição, que contará com as presenças de Joana Vasconcelos e de Enrique Juncosa.

Facebook
Twitter
Instagram