O “ecossistema tecnológico vibrante” da Invicta foi fator decisivo na escolha do festival que vai reunir, na Alfândega do Porto, alguns dos melhores programadores de software a nível mundial, de 26 de fevereiro a 1 de março. Com a NDC Porto 2019 chegam à cidade 51 oradores, 49 conferências e 6 workshops.

O evento é considerado um verdadeiro festival para programadores e oferece uma experiência completa aos seus participantes. Desde o acesso a oradores de renome internacional aos melhores programadores do mundo, tem também disponível uma série de eventos paralelos, que se vão certamente traduzir em excelentes oportunidades de networking.

Ao longo de quatro dias de programação intensa (os dois primeiros de workshops e os dois últimos de conferências), onde mais de 30 tecnologias disruptivas serão testadas, conta ainda com nomes fortes do mundo tecnológico, como Rob Conery (Cloud Developer Engineer na Microsoft e autor do livro “The Imposter’s Handbook”), Carl Franklin e Richard Campbell (apresentadores do “.NET Rocks!”, o primeiro e mais ouvido podcast para programadores .NET), Dominick Baier (consultor independente especializado em identidade e controlo de acesso), Michele Bustamante (fundadora e Chief Information Officer da Solliance e diretora regional da Microsoft) e Evelina Gabasova (Senior Research Data Scientist no The Alan Turing Institute), entre muitos outros, informa a Farfetch, plataforma tecnológica líder global para a indústria da moda de luxo, a par da nacional Primavera Software.

Iniciada em Oslo, em 2008, a Norwegian Developers Conference (NDC) rapidamente se tornou numa das maiores conferências independentes .Net do mundo. Anualmente, tem também lugar em Londres, Sydney e Gold Coast, Copenhaga, Kongsberg e agora, pela primeira vez, no Porto.

A escolha deve-se ao crescimento da cidade como um dos polos tecnológicos em ascensão na Europa, fator a que não é alheia a atração de grandes multinacionais como a Euronext, Natixis, Vestas e BMW. Recentemente, também se ficou a saber que é no Porto que as startups mais têm crescido a nível nacional.