O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai participar na 26.ª Cimeira Ibero-Americana, que decorre entre os dias 15 e 16 de novembro na cidade histórica de Antigua, na Guatemala, e tem como tema central o desenvolvimento sustentável.

Este será o segundo encontro de chefes de Estado e de Governo da comunidade ibero-americana em que Marcelo Rebelo de Sousa estará presente, acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, que representará o executivo português.

Já confirmaram a sua presença na cimeira de Antigua, com o lema “Uma Ibero-América próspera, inclusiva e sustentável”, os chefes de Estado de Andorra, Brasil, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Peru e Portugal, além do anfitrião da Guatemala.
Esta informação foi avançada pelo vice-chanceler da Guatemala, Pablo García.
Espanha estará representada pelo rei Felipe VI e também pelo chefe do Governo, Pedro Sánchez.
Nas anteriores cimeiras, Portugal tem igualmente estado representado pelos chefes de Estado e de Governo. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, estiveram juntos na anterior cimeira, em Cartagena das Índias, na Colômbia, em 2016.
Na quinta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa participará na receção do Presidente da República da Guatemala, Jimmy Morales, aos chefes de Estado e de Governo ibero-americanos, e no jantar de abertura da cimeira.
Na sexta-feira, os trabalhos terão início pelas 10H30 locais (16H30 em Lisboa), após a fotografia oficial, e deverão terminar pelas 17H15 locais (23H15 em Lisboa), seguindo-se a conferência de imprensa final do Presidente da Guatemala e da Secretaria-geral Ibero-Americana.
A comunidade ibero-americana é composta por 22 países, dos quais três europeus, Portugal, Espanha e Andorra, e 19 latino-americanos: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, México, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Cuba e República Dominicana.
A primeira cimeira desta comunidade realizou-se em 1991, em Guadalajara, México. Os encontros repetiram-se, com periodicidade anual, até 2014. Desde então, passaram a ser de dois em dois anos.