A lusodescendente fez história ao ganhar as eleições intercalares, no Estado de Massachusetts, onde concorreu para a Câmara dos Representantes.

Lori Loureiro Trahan foi nomeada pelo Partido Democrata no 3.º distrito eleitoral de Massachusetts e venceu a eleição para a Câmara dos Representantes, com 61,9% dos votos.
“Sinto-me muito honrada por apoiarem as minhas ideias para o 3.º distrito. Ser a vossa candidata é uma verdadeira honra na minha vida. Obrigada por estarem comigo nesta ‘caminhada'”, escreveu Lori na sua página do Twitter.
Profissional de marketing e consultoria, Lori Trahan, de 44 anos, concorreu pela primeira vez a um cargo federal, ela que chefiou entre 1995 e 2005 a equipa de um membro da Câmara dos Representantes, Marty Meehan.
A 04 de setembro, Trahan venceu a nomeação democrata nas eleições primárias do 3.º distrito eleitoral, contra outros nove candidatos.
Lori Trahan é apoiada por grandes nomes do Partido Democrata de Massachusetts, como a senadora Elizabeth Warren, de quem se fala que poderá ser uma possível candidata às eleições presidenciais de 2020.
As linhas orientadoras da visão de Lori Trahan para o Congresso incluem a defesa da igualdade de género, o aumento da participação política das mulheres, medidas de proteção financeira das famílias.
Numa entrevista, Lori Trahan disse: «Como mãe, residente de sempre do distrito, antiga chefe de equipa no Congresso e dona de um pequeno negócio, ninguém se vai esforçar mais pelas famílias das classes trabalhadoras».
Neta de um emigrante português e de uma emigrante brasileira, Trahan tem objetivos definidos de dar o seu contributo na legislação da educação, do trabalho, da saúde, imigração, drogas e até no controlo de armas.