O guitarrista português Bruno Pernadas vai ao Japão em novembro apresentar ao vivo “Those Who Throw Objects at The Crocodiles Will be Asked to Retrieve Them”.

O músico tem atuação marcada no segundo dia do festival de Frue, que decorre a 03 e 04 de novembro em Shizuoka, a sudoeste de Tóquio.
Bruno Pernadas irá acompanhado por um ensemble de nove músicos – Nuno Lucas, João Correia, Margarida Campelo, Afonso Cabral, Francisca Cortesão, Diogo Duque, Raimundo Semedo e João Capinha – para apresentar “Those Who Throw Objects at The Crocodiles Will be Asked to Retrieve Them”, que editou em setembro de 2016 em simultâneo com “Worst Summer Ever”.
Os dois discos, editados no ano passado no Japão, são distintos entre si e espelho de múltiplas referências musicais.
“Those Who Throw Objects at The Crocodiles Will be Asked to Retrieve Them” é considerado uma continuidade do disco de estreia, de 2014, “How can we be joyful in a world full of knowledge?”, com canções que atravessam rock, ‘space-age pop’, ‘funk’, música africana e psicadelismo.
Nele colaboram os músicos João Correia, Nuno Lucas, Margarida Campelo, Afonso Cabral, Francisca Cortesão, Diogo Duque, Diana Mortágua, João Capinha e Raimundo Semedo.
Em “Worst Summer Ever”, Bruno Pernadas explora a linguagem do jazz mais clássico, com recurso a formações musicais variadas, do trio ao sexteto.
Nesse disco, com Bruno Pernadas, tocam Francisco Brito e Pedro Pinto (contrabaixo), Joel Silva e David Pires (bateria), Sérgio Rodrigues (piano), João Mortágua (saxofone alto) e Desidério Lázaro (saxofone tenor).
Formado em composição, com os cursos da Escola Superior de Música de Lisboa e da Escola de Jazz do Hot Club, professor de Teoria Musical, Bruno Pernadas faz parte dos grupos Julie & The Carjackers, Minta & The Brook Trout, When We Left Paris, Real Combo Lisbonense e Suzie’s Velvet.