O novo plano prevê a demolição de dezenas de edifícios entre Caminha e Espinho. O Edifício Transparente – que foi construído no Porto em 2001, por ocasião da Capital Europeia da Cultura, e custou 7,5 milhões de euros – é um dos edifícios que vai abaixo.

 

 

Facebook
Twitter
Instagram