Acordo entre o governo espanhol e o Podemos permite um aumento de 164,10 euros no salário mínimo espanhol.

O governo espanhol chegou a acordo com o Podemos para aumentar o salário mínimo para 900 euros por mês. É um passo importante para que o governo socialista, que não tem maioria no Parlamento, consiga aprovar o Orçamento do Estado (OE) para 2019.
O acordo sobre o OE 2019 foi assinado esta quinta-feira. Desta forma, o salário mínimo em Espanha terá um aumento de mais de 22%, passando dos atuais 735,90 euros para 900 euros já no próximo ano. No final do mês, os trabalhadores vão receber mais 164,10 euros.
O primeiro-ministro espanhol e líder do PSOE, Pedro Sanchez e o líder do Podemos, Pablo Iglesias, estiveram esta madrugada reunidos para fechar o acordo sobre o Orçamento do Estado para o próximo ano. O valor alcançado resulta de cedências de ambas as partes. Sanchez defendia a subida do salário mínimo para os 850 euros, enquanto o Podemos exigia mil euros.
Do documento assinado resulta ainda uma subida de 3% para as pensões mínimas e não contributivas.
Destaque também para o acordo para impor 1% do Imposto de Património a fortunas superiores de 10 milhões de euros.