Mais de uma centena de trabalhadores da fabrica da Cerealis na Maia protestaram  à porta da empresa.

Estão em greve para reclamar melhorias salariais e queixam-de de discriminação na atribuição de aumentos salariais.