Os presidentes das Câmaras de Bordéus e do Porto, o ex-primeiro-ministro Alain Juppé e Rui Moreira, assinalaram, na passada semana, os 40 anos de geminação entre as duas cidades. Com a presença do embaixador de Portugal em Paris e com a bandeira nacional hasteada no centro da cidade francesa, o Porto foi a estrela da semana em Bordéus, onde a Cité du Vin foi ocupada por uma exposição sobre o Douro.

Numa cerimónia que decorreu na Câmara Municipal de Bordéus, Alain Juppé sublinhou a proximidade entre as duas cidades, o envolvimento da comunidade portuguesa naquela que é hoje uma das mais vibrantes cidades francesas e agradeceu à comitiva portuguesa a presença nas comemorações da geminação.
“Esta é uma geminação que corre bem e que tem, realmente, uma tradução prática, tanto do ponto de vista económico como cultural”, referiu Alain Juppé perante o presidente da Câmara do Porto, que estava acompanhado pelo presidente da Assembleia Municipal, Miguel Pereira Leite, e por Ricardo Valente, vereador do pelouro da Economia, Turismo e Comércio, além de muitas outras personalidades portuenses.
Rui Moreira também referiu a proximidade e as semelhanças entre as duas cidades, que têm aproximadamente o mesmo número de habitantes e o mesmo tipo de sucesso e de problemas, e que se unem, além do mais, pela perspetiva que têm da região vinícola que integram e da cultura.
O presidente da Câmara do Porto salientou ainda a vocação europeísta do seu homólogo francês, acompanhando a sua visão sobre a matéria e apresentando-a como uma esperança para as novas gerações.
Antes, Alain Juppé e Rui Moreira tinham inaugurado na Cité du Vin, em Bordéus, a exposição “Douro: L’Air de la terre au bord des eaux”, promovida pela Fondation pour la Culture et les Civilisations du Vin (Fundação para a Cultura e as Civilizações do Vinho), com a colaboração da Câmara do Porto. A iniciativa oferece anualmente a uma região vinícola diferente a possibilidade de se dar a conhecer sob a perspetiva cultural e civilizacional através de uma exposição original e estética, que é acompanhada por numerosos eventos culturais.
No dia anterior, Rui Moreira foi recebido pelo embaixador de Portugal em França, no Consulado-Geral de Portugal em Bordéus, e apresentado a vários empresários lusos e representantes da sociedade civil nacional na região. O programa da visita do autarca incluiu ainda contactos bilaterais a vários níveis e um encontro a dois com Juppé.
Aproveitando a sua presença em Bordéus, Rui Moreira e Ricardo Valente encontraram-se ainda com os representantes da Bordeaux EuroAtlantique, um projeto em curso numa antiga zona industrial da cidade, onde existem muitas semelhanças à freguesia de Campanhã, no Porto.
As cerimónias das comemorações dos 40 anos de geminação contaram com a presença de centenas de convidados das duas cidades, que encheram uma das salas mais nobres da Cité du Vin, o Salão Nobre da Câmara de Bordéus e, antes disso, o Consulado de Portugal. Entre as personalidades convidadas, estava o Reitor da Universidade do Porto, António Sousa Pereira; o presente do Conselho de Fundadores da Casa da Música, Luís Valente de Oliveira; o presidente do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, Manuel Cabral; o presidente da Assembleia Municipal do Porto, Miguel Pereira Leite, e o vereador da Economia, Turismo e Comércio da Câmara do Porto, Ricardo Valente, bem como muitas outras personalidades do mundo da cultura e da economia e da indústria do vinho.