Do número total, «49 já tinham concorrido para outros cargos ou estão a concorrer de novo para cargos já ocupados», refere o presidente da Coligação Luso-Americana da Califórnia

O presidente da Coligação Luso-Americana da Califórnia (CPAC), Diniz Borges, disse à agência Lusa que 79 lusodescendentes concorrem para cargos públicos na Califórnia nas eleições intercalares de novembro, incluindo congresso norte-americano, assembleia estadual e cargos municipais.
Dos 79 lusodescendentes identificados pela pesquisa da organização, «49 já tinham concorrido para outros cargos ou estão a concorrer de novo para cargos já ocupados», explicou o presidente da CPAC, referindo não foi possível ainda apurar se os restantes estão a candidatar-se pela primeira vez à eleições que se realizam no dia 6 de novembro.
Diniz Borges indica que «se pelo menos 60%» dos candidatos conseguirem ser eleitos, o número de homens e mulheres identificados como lusodescendentes em cargos públicos na Califórnia ultrapassará 110.
Neste momento, estão identificados 88 luso-eleitos no estado onde existe a maior comunidade portuguesa do país.