Os encarnados derrotaram o D. Aves com golos de Felix e Cervi.

O treinador do Benfica elogiou a sua equipa e defendeu que poderia ter havido mais golos na vitória contra o Aves (2-0).
“Foi um grande jogo que fizemos. Uma primeira parte de grande nível, onde fomos intensos, acabando por limitar as intenções do Aves. Chegaram sempre tarde à marcação e nós, com uma dinâmica muito alta, acabámos por fazer um golo e poderíamos ter feito mais. Foi uma exibição no seu todo muito forte e equilibrada. É evidente que, estando o resultado em 1-0, o Aves acreditou que poderia chegar ao empate, mas depois fizemos o segundo. Foi uma exibição boa da nossa parte e quem veio certamente ficou contente e orgulhoso”, disse.
Rui Vitória considerou que estão “prontos para o que aí vem. Na quarta fizemos um jogo, hoje tivemos esta dinâmica, o que é um sinal de qualidade e de trabalho. Agora na quinta espera-nos um jogo duro, mas que enfrentaremos com a ambição de sempre”.
Sobre as mudanças no 11, com a titularidade de João Felix e Gabriel, o técnico encarnado explicou que “a ideia foi manter a dinâmica e qualidade da equipa, mas também ter os jogadores prontos para dar resposta quando forem chamados, com o ritmo que pretendemos”.
“Apostei no João porque tem muita capacidade de finalização e, se lhe é dada uma nesga, ele resolve. Já o Gabriel é um jogador robusto do ponto de vista físico e deu-nos isso mesmo. Mas foi fundamentalmente para não perder a qualidade e a dinâmica da equipa e ter mais jogadores aptos para o onze”, acrescentou.
O Benfica venceu 2-0 com golos de Felix e Cervi.