Antigo líder dos leões e ex-vice-presidente Alexandre Godinho emitem comunicado conjunto onde exigem “a defesa da honra e dignidade”.

O antigo presidente do Sporting Bruno de Carvalho e o ex-vice-presidente Alexandre Godinho emitiram esta segunda-feira um comunicado conjunto onde garantem que vão continuar na justiça pela sua dignidade.
Os antigos dirigentes do clube de Alvalade consideram que o ato eleitoral que conduziu Frederico Varandas à presidência do Sporting nunca devia ter acontecido devido a várias “ilegalidades”.
Ambos pedem ainda que vão continuar a trabalhar na defesa dos seus interesses. “A defesa da nossa honra e da nossa dignidade em face das ilegais ações/sanções disciplinares exigem, inevitavelmente, continuarem as ações judiciais em curso”, lê-se no comunicado.
Sem uma palavra dirigida ao novo conselho diretivo dos leões, o comunicado de Bruno de Carvalho e de Alexandre Godinho, termina com uma palavra aos apoiantes do movimento “Leais ao Sporting”.