Possibilidade de José Eduardo deixar de ser o homem-forte do futebol de Ricciardi foi ponderada, mas não se concretizou. Madeira Rodrigues assumirá cargo de relevo na gestão do Sporting, caso Ricciardi vença as eleições de sábado.

Pedro Madeira Rodrigues abdica da corrida à presidência do Sporting e junta-se à candidatura de José Maria Ricciardi.
Nas negociações, a hipótese de José Eduardo deixar de ser o “homem forte” do futebol de Ricciardi foi ponderada, mas não se concretizou. Fernando Tavares Pereira também foi convidado para esta fusão, porém recusou juntar-se a Ricciardi e Madeira Rodrigues, que assumirá cargo de relevo na gestão do clube, caso o banqueiro vença as eleições.
Assim, os apoiantes da Lista C devem votar na Lista B, nas eleições marcadas para sábado. Agora, a corrida à presidência leonina passa a contar com seis candidaturas: José Maria Ricciardi, Frederico Varandas, João Benedito, Rui Jorge Rego, Fernando Tavares Pereira e Dias Ferreira.
Sondagem realizada pelo “Record” e divulgada esta terça-feira revela empate técnico entre João Benedito e Frederico Varandas, com 37,7 e 36,2% das preferências, respetivamente. Em terceiro, surge Ricciardi, com 14,4%. Madeira Rodrigues estava em último, com 1,2%.