A portuguesa Inês Henriques lidera o ‘ranking’ mundial feminino da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), fruto das conquistas rubricadas na presente temporada.

A atleta portuguesa lidera com um total de 1.459 pontos na classificação geral (todas as disciplinas), mais sete pontos do que a queniana Beatrice Chepkoech, que recentemente bateu o recorde mundial dos 3000 metros obstáculos.
O ‘ranking’ mundial, lançado no ano passado pela IAAF, pretende qualificar os atletas em termos gerais (soma de todas as disciplinas) e por disciplina, e terá importância primordial no acesso às maiores competições, como os Jogos Olímpicos e os Campeonatos do Mundo.
As classificações em campeonatos continentais, presenças na Liga Diamante, campeonatos nacionais e ‘meetings’ mais cotados têm bases de pontuação que majoram as pontuações dos atletas (como é o caso de Inês Henriques, campeã europeia e campeã de Portugal em todas as provas de marcha), ou de provas de estrada importantes, com Portugal a estar na lista com as maratonas de Lisboa, Porto e Funchal, e as meias-maratonas de Lisboa.
Nas posições nos ‘rankings’ por disciplina, no ‘top 10’ respetivo, Portugal apenas tem posições nas provas de marcha, sendo Inês Henriques a líder nos 50 km marcha e Ana Cabecinha sétima nos 20 km marcha.
No que se refere aos atletas masculinos, Portugal não tem ninguém no ‘top 10’ geral, mas tem dois atletas na classificação específica no triplo-salto, com Pedro Pichardo a ser o segundo do mundo e Nelson Évora o quarto (o ‘ranking’ mundial valoriza mais as finais da Liga Diamante e os ‘meetings’ da Liga Diamante do que propriamente os campeonatos continentais).