As equipas tetracampeã feminina e tricampeã masculina de polo aquático do Clube Fluvial Portuense foram hoje homenageadas na Câmara do Porto.
Catarina Araújo, vereadora com o pelouro da Juventude e Desporto, felicitou os atletas, treinadores e estruturas do clube pelos feitos e méritos alcançados, que “dignificaram o clube e prestigiaram a cidade” e “deram um magnífico exemplo aos muitos jovens das equipas de formação que, um dia, aspirarão a igualar os vossos feitos”.
“Felicito, pois, com alegria e admiração, estes dois grupos de trabalho pela fantástica época que realizaram nos respetivos campeonatos”, reforçou a responsável, confessando “pouco saber de polo aquático”. Contudo, disse estar otimista quanto ao futuro das duas equipas a nível nacional e comprometeu-se com “nova homenagem” na próxima época desportiva.
Na sua intervenção, o presidente do “Fluvial”, Valentim Miranda, elogiou o desempenho dos atletas, cujo sucesso diz resultar de “um trabalho de vários anos” e que faz hoje do clube aquele que “tem mais atletas inscritos” nas diversas disciplinas da natação e polo aquático.
O Clube Fluvial Portuense é a coletividade desportiva mais antiga da cidade do Porto e a terceira do país. A equipa masculina, orientada pelo espanhol Alfonso Merino, sagrou-se tricampeã nacional, depois de ter já conquistado a Supertaça e a Taça de Portugal, enquanto a feminina, treinada por Mariana Sarmento, conquistou o tetracampeonato, tornando-se na equipa nacional com mais títulos (12).