O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa decretou que a Comissão Transitória da Mesa da Assembleia-Geral do Sporting, criada depois do anúncio da demissão da Mesa presidida por Jaime Marta Soares, não é legal.

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa aceitou a providência cautelar e ordenou a suspensão com efeitos imediatos das assembleias gerais de 17 de junho e 21 de julho, marcadas pela comissão transitória da mesa da assembleia-geral do Sporting, nomeada pelo Conselho Diretivo.
“Pelo exposto, julgo procedente o presente procedimento cautelar e, em consequência, determino: a) A suspensão imediata das Assembleias Gerais do Sporting Clube de Portugal convocadas pela “Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral” para o dia 17 de Junho de 2018 e para o dia 21 de Julho de 2018″, lê-se no documento.
Além da suspensão das assembleias-gerais, o tribunal considerou que a comissão transitória nomeada pelo Conselho Diretivo, também é ilegal.

Facebook
Twitter
Instagram