A Câmara de Gondomar pode ficar perto da rutura uma vez que a autarquia não tem dinheiro para pagar uma dívida de quase 50 milhões de euros à EDP e o Tribunal de Contas, voltou a negar um pedido de empréstimo bancário à autarquia.

O presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, não se conforma e já pediu audiências com o Primeiro-Ministro e o Presidente da República.