“Não consegues criar o mundo duas vezes” é o documentário que conta a história e as histórias da origem do hip hop no Porto. Depois de estrear, em novembro do ano passado, no Porto Post Doc, o filme já passou pelo IndieLisboa e volta ao Porto este mês.

Há mais de um ano que o festival vinha a dar que falar, desde o seu anúncio. “Não consegues criar o mundo duas vezes” é o filme que além de documentar a origem do hip hop no Porto, conta igualmente a história de uma cidade e de um movimento. Os realizadores, Francisco Noronha e Catarina David, procuraram ultrapassar as fronteiras da música e ir à raiz do movimento cultural.
“Sempre achamos que esta história e estas histórias de todos os intervenientes estavam não documentadas, ao contrário de outros movimentos musicais”, conta Francisco, um dos realizadores.