O gigante chinês da eletricidade que já tem uma história com 25 anos e que nasceu com a construção da Barragem das Três Gargantas, no rio Yangtzé, já está presente em 40 países em 4 continentes.

Quando chegaram a Portugal, há seis anos, disseram que queriam, “cooperar com a empresa portuguesa, que as duas empresas eram semelhantes e podiam em conjunto entrar nos mercados internacionais”, estas foram as palavras do então presidente da China Three Gorges (CTG), Cao Guangjing, quando o Estado português vendeu a participação na EDP.