O Café Rivoli, ponto de encontro do Festival DDD – Dias da Dança, recebeu mais um encontro em que o diretor artístico, Tiago Guedes, os coprodutores de programação e os artistas destacaram vários dos momentos que o festival oferece por estes dias.
Foi o caso do P.E.D.R.A. – Projeto Educativo em Dança de Repertório para Adolescentes, desenvolvido a partir do repertório de Clara Andermatt e com estreia marcada para sexta-feira e sábado no Campo Alegre.
Outro dos participantes foi Mónica Calle, que falou sobre o espetáculo “Ensaio para uma cartografia”, que tem sido um sucesso junto do público e que chega agora ao Rivoli para celebrar a vida colocando atrizes a dançar num ensaio de orquestra.
O encontro foi também ocasião para falar das estreias nacionais dos espetáculos internacionais “Impro Sharana” em que a Cie Shantala Shivalingappa conjuga exotismo mediterrânico com improvisações musicais de todo o mundo; “Inaudible” de Thomas Hauert, em que a interpretação musical serve de banda sonora a improvisações coreográficas; “Quelque part au milieu de l’infini” com que o senegalês Amala Dianor levanta a questão dos limites do território, tão premente nas nações africanas; e “Nos Amours” de Julie Nioche para interrogar sobre os vestígios deixados nos nossos corpos pelos nossos amores.
Por seu lado, João Fiadeiro levantou um pouco do véu sobre a mais recente criação “From afar it was an island” (“De longe era uma ilha”), que toma o título de um livro para crianças do designer italiano Bruno Munari e que estreia no Auditório Municipal de Gaia.
Já Mara Andrade está envolvida em duas performances no espaço mala voadora, intituladas “The lonely tasks” e nas quais explora e documenta a utilidade performativa do seu próprio corpo.
Ao Armazém 22, em Gaia, chegam na próxima semana os coreógrafos Gilles Baron, Paula Moreno e Olatz de Andrés, cujos trabalhos integram e partilham “Partager”, da Kale Companhia de Dança, estreado em Biarritz.
Entretanto, o DDD tem muito mais para oferecer em diversos equipamentos e espaços públicos do Porto, Gaia e Matosinhos.
Facebook
Twitter
Instagram