Dois terços dos alunos da Escola Secundário Alexandre Herculano, no Porto, continuam sem poder ter aulas no edifício devido ao atraso das obras.

Em causa está um protocolo que vai transferir para a Câmara Municipal do Porto a titularidade da intervenção estrutural. O processo está agora nas mãos do Governo.

Facebook
Twitter
Instagram