O presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, decretou hoje três dias de luto municipal pela morte do vereador da Cultura, Paulo Cunha e Silva.

A informação foi divulgado num curto comunicado em que a autarquia “comunica o falecimento do seu vereador da Cultura”.

Paulo da Cunha e Silva, morreu hoje de madrugada devido a problemas cardíacos, disse à Lusa uma fonte da vereação.

Era licenciado em Medicina, sendo Mestre e Doutor pela Universidade do Porto, onde foi Professor de Anatomia. Atualmente, era professor associado de Pensamento Contemporâneo na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

Foi um dos principais responsáveis pela programação do Porto 2001, tendo sido eleito vereador da Cultura nas últimas eleições autárquicas pelo movimento independente liderado por Rui Moreira.

Cunha e Silva foi também presidente do Instituto da Artes do Ministério da Cultura, conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal em Roma e Comissário de um extenso programa de Guimarães 2012. Colaborava com há largos anos com a Fundação de Serralves, com a Fundação Gulbenkian e era presidente da Comissão de Cultura do Comité Olímpico Português.

Facebook
Twitter
Instagram